Perfil da Super Heroína

Minha foto
São Paulo, São Paulo, Brazil
Eu sou um pontinho no meio do nada. Eu sou o grande conflito entre o céu e a terra. Eu sou o sim e o não. Sou todas as coisas cabíveis e imagináveis numa mente fértil. Alguém que se perdeu no espaço e veio parar na Terra para tentar salvar o planeta. Porém, cada dia que passa essa missão encontra-se mais difícil! u.u'

26 de mai de 2010

Correr é o meu destino Para burlar a lei Não sei levar papel Fantasma da cidade Vida probida. inspirado por: Clandestino - Adriana Calcanhoto
O que na vida vem comigo sai comigo Na floresta No bar Deita no meu peito e chora Siga O risco, o passo, o gesto. Invada Todos os cantos da alma Todos os lados redondos Do abismo meu. Siga O rio, o mar, a passarela Fim. Inspirado por: É você - Marisa Monte e Arnaldo Antunes
Sou a Lua da sua noite escura Me vista com seu casaco Pise no meu chão Cadê o seu itinerário? Escrevo versos e rasgo. Rasgo e queimo. Durma no meu sexo. Sua pele, meu casaco Seu asfalto. Branco, Sujo de sangue. Seu paradeiro? Os versos que eu escrevo Rasgo e queimo Inspirado por: Uns versos - Adriana Calcanhoto

"Não se importe tanto assim."

Eu me importo E como me importp. Com imagens decadentes E coisas mal feitas Ameaço o espelho Faço caminhos difíceis E caminhos de dor... Conheço a dor E a dureza das palavras Me lambuze de lama Me lambuze de lágrimas... inspirado por: Lama - Luxúria Hoje.
Vai comendo Toda energia Que envolve Teu pulsar Quase perfeito... --- Porque todo artista faz arte.
Ele escolheu ela Ela escolheu ele E eles estilhaçaram sua estória. 04/05/2010
o contraste Do sim e do não Do branco e do preto... Tudo no agora Passado e futuro Não se cruzam... Nunca se cruzam... Não se justificam... Não se mudam... O alheio, o incorreto Inconstantes contradições Que se dissipam no destino Tanto faz como tanto fez. 04/05/2010 --- Num dia da Marilyn. Onde ela julga meus atos.
Do que eu vi... Do que eu senti... Absolutamente ali. Assim... Me fez... Me mudou... Me tocou.. Me transformou... Me... Me... Mi, dó, rés e fás... Si sustenido. 01/05/2010 --- Bebadinha...
Arte me tira do mecanismo Quero ser mecãnica em mim. Meu relógio sem ponteiros, sair de tudo Entrar no meu tudo. Sem ninguém me mandar nada. Engrenagens? Hahahaha... Vou pegar minha câmera, Vou mostrar meu olhar. O que eu vejo O que eu sinto Eu Tudo surgiu da Guerra Uniforme... Regulariza padrões. Não pensa no todo. Burocracia Aristocracia Hipocrisia Tratamento de guerra Cultura de massa Causa indigestão. A roupa que eu uso? É aquela com a qual eu nasci. 29/04/2010.
Ele me faz bem Porque meu sono é mais leve ao seu lado. Eu durmo como um anjo. E todas as suas mágicas funcionam para curar as minhas dores. Ele é único. Entende meus questionamentos. E me quer bem. Eu o quero bem Bem perto de mim. à Mestre Morfeu